Ads Top

Uma Doce Homenagem Aos Meus Colegas


      Já inicio o post corrigindo o título e aviso que de colegas, eles passam longe desta definição e são na verdade meus amigos, irmãos e companheiros. Para mostrar que apesar do grande empecilho apresentado no último post (que você pode ler clicando aqui), eu tenho um grande motivo para permanecer onde estou. "Fonte de veneno não tem fim!" Este é apenas um dos grandes ensinamentos que foram contemplados durante o meu proveitoso primeiro ano letivo escolar do ensino médio no qual tive o enorme prazer de conviver com grandes filósofos (todo o pessoal da minha turma haha) e suas tentativas frustradas de me repassar informações: "Um tronco sempre será um tronco, Romyldo"". Brincadeiras a parte, que talvez nem sejam compreendidas, esta é uma forma de iniciar a uma honrosa homenagem a minha turma do 2º ano de biocombustíveis! Simplesmente a melhor que já tive em toda minha vida.
      Há quase exatos dois anos, 30 alunos - dentre mais de 100 inscritos - foram selecionados para compor a turma do primeiro ano no curso de biocombustíveis no Instituto Federal da Bahia - Campus Paulo Afonso. Quem diria que eu seria um desses sortudos? No início foi tudo muito arriscado, pois estava deixando de lado toda uma rotina pra iniciar uma completamente diferente. Tive que repetir o primeiro ano, pois quando fui selecionado já estava cursando o segundo ano, e para entrar no instituto tive que começar tudo do zero. Isso me deixou muito receoso, mas não pensei mais que três vezes e o IFBA acabou sendo a minha escolha final. Se eu me arrependi? Não. Por muitas vezes posso ter pensado em desistir, mas ai olho em volta e vejo que essa é minha segunda família.
      A partir de tudo que aprendi, com minha turma e com a instituição que frequento, posso fazer uma declaração: Entrei uma pessoa totalmente diferente da que sou hoje e ao me formar estarei completamente realizado, e não só pela experiência acadêmica, mas pela amizade sincera e verdadeira que foi e é construída ao passar dos dias entrando naquelas salas calorentas para mais dias de luta.
      A verdade, meus queridos leitores, é que me preocupo com cada cabeça ali presente. Não importa qual o problema, tenho um coração mole (ainda mais por eles) e não pensarei duas vezes ao ter que recorrer a um abraço amigo ou um conselho de irmão. Quantas discussões amigáveis serão necessárias para nos preparar para o mundo cruel que nos espera lá fora logo após a formatura? Ainda temos muito chão pela frente, mas nunca serei capaz de esquecer os lerdinhos (grupo no qual estou incluso), os barulhentos, os conselheiros, os cultos, os mal humorados (também estou incluso haha), os implicam com tudo (eu de novo), os amáveis, os famintos, os atrasados, os sonolentos (eu again).
      Eu agradeço de coração a toda a experiência que me proporcionaram até aqui, e agradeço mais ainda pelos apelidinhos carinhosos: Romyldo, Romyselverson, Ronylson, Jonilson, Rodney, Myldo, Ronyscleivison. Mas, por que vir em meu blog escrever sobre essa turma que parece ser perfeita? Sei lá, as vezes, apenas gosto de escrever sobre o que mais amo. Apesar de todos os defeitos, valorizo com todo o coração o lugar no qual pertenço. Sou o melhor que tenho de mim, por estar entre os melhores. 

2 comentários:

  1. Bonita homenagem!
    Apesar de toda 'dor de cabeça' que essa fase nos traz, a melhor parte são os amigos, que mesmo imperfeitos são o que nos fazem querer continuar.

    http://letrasfloresecores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!! Realmente, não abro mais desses "demônios"! Eles me fazem permanecer onde estou, fazem cada segundo de uma aula chata ser proveitoso!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.