Ads Top

Sala de Aula


     Para aquela criança, todo dia era como uma página em branco de seu caderno da vida sendo preenchida com um sonho. Cada minuto era como se uma porta se abrisse e a luz percorresse por todo o quarto vazio e a enchesse de esperança. Cada segundo era como se sorrisos matassem de vergonha o seu medo de errar. Não sabia que bem ao seu lado morava a arrogância dos que não acreditavam. Criança tão inocente, que achava que os bobos da turma iriam lhe impedir de traçar seus caminhos. É só a sala de aula. Risos e risos dos que querem lhe agredir! Ela não tinha o que temer, mas temia. Os rumores que se alastravam pelo corredor, ela podia sentir. Apontem os dedos para aquela criança e a julguem, afinal nascemos para achar todas as coisas que estão ao nosso redor tediosas. Como uma amante da vida, ela apenas saia para sentir o amor de graça que a vida colocava sempre em oferta. Apenas batia o pé e continuava a confiar em seus objetivos. Assustada, na ultima cabine do banheiro, ela apenas torcia para que o fim dos estudos estivesse próximo para fugir de todo aquele perigo. O sinal tocava, ela abria a porta da cabine devagar para voltar pra sala, onde ouviria mais comentários sarcásticos sobre suas decisões. Amante da vida, desejava sempre o bem ao próximo. Amante da vida, distribuía gentileza por onde passava. Amante da vida, vivia sempre com instintos de uma música feita para primavera. Realmente não se incomodava, pois todo dia era como um dia de batalha onde seu coração era sempre machucado. Criança não devia sofrer assim, devia? Nunca foram encontradas as marcas de suas lutas no colegial, pois elas são completamente invisíveis a olho nu. Terríveis e Cruéis, aqueles que hoje nem se lembram das ações cometidas contra a criança. Mas para ela, que um dia foi indefesa, cada dia é como se todos esses rabiscos de tortura, que foram feitos sobre seus desejos, fossem apagados do seu caderno para que no futuro ela esteja pronta para realizá-los. Hoje ela não se preocupa mais, pois sabe que estava apenas numa sala de aula. 

Texto Escrito Por: Ronyson Nogueira
Música Inspiração: New Romantics - Taylor Swift

2 comentários:

  1. Oi, Ronyson, tudo bem? =D Adorei seu texto, muito lindo :3

    Eu me identifiquei e achei tão cheio de significado, sei lá, é uma coisa que até mesmo pessoas mais velhas sentem, isso de querer agradar os outros, de se sentir incomodado, de se preocupar demais com o que os outros estão falando. É uma coisa que acontece na sala de aula, mas que se reflete na vida, sabe? Muito forte (e sábia) essa criança ^^

    E essa comparação com o caderno? Ficou bem legal ^^

    Beijos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi camilaa! Mt obggg <3 Acho que todo mundo no fundo sente isso. A sala de aula pode se tornar um dos lugares mais perigosos, mas a gente sempre sai com lições de vida, dadas pelos professores ou pelos próprios colegas de classe. beijo e abraços!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.