Ads Top

Reinventando: O meu High School Musical


      O que você faria se pudesse re-escrever seu filme favorito? Não apenas para mudar a história, mas sim pra revive-la mais uma vez. Nossa imaginação é capaz de fazer isso. Quando um filme que gostamos muito não tem continuação ficamos tentando imaginar como aquela história daria continuidade. E pra mim, que gosto de escrever e imaginar isso acontece constantemente. hehe! Um dos que mais me afeta é High School Musical que foi um fenômeno da Disney lançado em 2006 e conquistou o mundo com a aventura romântica dos dois jovens Troy e Gabriella e seu amor pela música.
       O filme fez tanto sucesso que teve duas sequências, High School Musical 2, e o ultimo, que foi lançado nos cinemas, High School Musical 3: Ano da Formatura (Fora as versões produzidas pelo mundo). Quando o terceiro filme foi lançado e foi anunciado que aquele seria o ultimo eu pensei "Não! Tem que ter mais!", e admito que sempre fiquei recriando todo o filme na minha cabeça várias e várias vezes. Então pra matar a saudade, esses dias estive pensando, e se eu escrevesse uma versão minha diferente do filme?
      Claro que daria muito trabalho, mas ai eu simplifiquei, e resolvi fazer um post aqui no blog uma espécie de resumo sobre como seria a história do meu próprio High School Musical! É difícil superar um High School Musical, mas vamos brincar e imaginar um pouco tentando mudar o rumo da história.


       Na noite do ano novo, Gabriella Montez, uma garota inteligente, destemida e cheia de confiança, acaba conhecendo o tímido Troy Bolton em um dueto musical no karaokê em uma festa da virada para jovens. Os dois acabam trocando olhares enquanto cantam a música e logo após o fim do dueto eles conversam por alguns minutos. Algumas semanas depois, sem nunca mais terem se visto depois daquela noite, Troy deu de cara com a misteriosa garota estudando na sua própria sala. Enquanto Gabriella tenta se adaptar ao novo colégio fazendo novos amigos e se juntando ao grupo de matemática, Troy está tentando entrar para o time de basquete. Os dois começam a ter uma bela amizade, e despertam a vontade de cantar logo após Kelsi, compositora do musical e melhor amiga de infância de Troy, inscrevê-los no musical por acidente como uma dupla. O casal no início nega ter vontade de participar do musical, Troy apenas queria focar nos estudos para a faculdade e entrar no time. Mas depois de se envolverem um com o outro acabam despertando uma paixão pela música. As coisas começam a sair do controle quando Troy é negado e ignorado pelos integrantes do time, após estragar seu teste ficando nervoso, e Gabriella estar cada vez mais popular devido a Sharpay e Ryan Evans estarem puxando-a para o seu lado afim de estragar a parceria com o Troy para que os dois saim do caminho deixando o papel principal para ela e seu irmão. A medida que Gabriella vai se enturmando mais, Troy acaba sendo deixado de lado e fica deprimido. Os dois ficam sem se falar depois que Ryan arma para os dois fazendo Troy pensar que Gabriella acha que ele não é bom o suficiente para entrar no time, para cantar no musical, ou para ser seu namorado, quando Ryan empurra Gabriella para cima do atual capitão do time. Então Kelsi na intenção de salvar o show, tenta renuí-los junto com os integrantes do clube do teatro Chad e Taylor (que também joga no time). Kelsi reorganiza a bagunça com os conselhos da senhora Darbus que diz achar que Troy precisa descobrir quem ele realmente é. Gabriella acaba descobrindo a farsa porém se sente tão mal em relação ao Troy que desiste do musical. Os dois acabam cantando juntos no musical, quando Troy convence Gabriella a voltar aos palcos depois de se declarar para ela. Troy finalmente consegue sua vaga no time depois de começar a acreditar mais em si mesmo, com a ajuda da senhora Darbus, da Kelsi e dos irmãos Evans na intenção de se desculpar.


       Conseguem achar as diferenças? haha É claro que sim né? Ficou bem diferente do verdadeiro High School Musical. Eu inverti um pouco as situações do filme original e mostrei o Troy como o garoto que queria ter mais confiança para lutar pelo que queria. Eu sempre notei que o Troy original, mesmo sendo tão popular como era, ele tinha suas dificuldades pra se expressar, então achei que a história sendo contada dessa forma também seria válida. Ainda prefiro o clássico High School Musical hahaha, mas brincar um pouco com as histórias dos filmes que você gosta é uma dica que eu recomendo a vocês, estimula a criatividade e a escrita. Espero que vocês tenham gostado, e você pode me enviar como seria a sua história, ou deixar ai nos comentários no que sua versão do filme focaria, no Ryan? na Sharpay? na Taylor? No Chad? Sinta-se livre para criar o seu mundo High School Musical!
Acompanhe o blog nas Redes Sociais: FACEBOOK - TWITTER - INSTAGRAM

2 comentários:

  1. Se eu fosse recrirar a história, eu focaria um pouco mais na Gabriella, porque sempre senti que ela tinha um pouco de vergonha do seu lado inteligente, faria ela mais segura de si, e com mais vontade de expor isso.
    Na época do lançamento eu não gostava muito, porque eu tinha uma implicância infantil com musicais (como diabos eles cantavam a mesma música com a mesma coreografia a cada segundo do filme? hahahaha). Depois que entendi melhor, e amadureci um pouco meu preconceito, comecei a gostar mais, e vi a história bem Disney, porém bonita que havia, até li o livro (que sinceramente, não recomendo). Adorei seu post, bem criativo, e parabéns pelo blog, estou conhecendo agora, e amei. Beijos
    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu sempre fui apaixonado por filmes musicais da disney. Realmente a Gabriella tinha uma certa vergonha de ser a garota nerd. Já ouvi falar do livro... Sério? é ruim? Muito obrigado Natalia! <3 Fico agradecido pela sua visita e com certeza irei retribuir. Bjãao!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.